DIVERSOS | 25/01/2024 às 15h00

SRCG prepara profissionais para atuar na classificação de grãos

Com uma carga de 30 horas, o Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho (SRCG) deu início ao curso de “Classificação de Grãos de Milho e Soja”. As aulas gratuitas, ministradas por professores do Senar/MS, oferecem uma oportunidade para os alunos aprenderem a classificação de grãos e adquirirem conhecimentos práticos e teóricos para o mercado de trabalho. As inscrições para esse e outros cursos são gratuitas e podem ser realizadas por meio do WhatsApp (67) 9 9989-6145.

 

De acordo com o professor do Senar/MS, Eloy Bortolini, todos os alunos saem com a certificação para trabalhar com a classificação de grãos comercial. “Os alunos aprendem todas as legislações do MAPA para uma classificação de grãos, e tem toda a parte prática que é uma análise específica que fazemos tanto de milho quanto de soja. A gente mostra para eles como tirar umidade, como fazer uma coleta e como eles vão classificar, quais são as hierarquias e os defeitos que tem no milho e na soja. Nós damos um embasamento muito bom para ele já ter um pontapé inicial no mercado de trabalho.”

 

Dentro da grade curricular, estão os aspectos fundamentais da legislação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), relacionados à classificação de grãos. Além disso, os alunos recebem treinamento prático abordando técnicas específicas para a análise de milho e soja, incluindo métodos para aferir umidade, procedimentos de coleta e critérios de classificação. 

 

Alisson Souza, aluno e também produtor rural, explica que o aprendizado dentro de sala agora vai diretamente para a propriedade e também para a cooperativa da região, levando mais conhecimento e qualidade aos produtos. “É muito interessante, porque apesar de eu ter o curso técnico em pecuária, não tinha conhecimento dessa área de separação e classificação, para mim, qualquer tipo de semente era semelhante. O que eu quero é adquirir o conhecimento aqui, para aplicar na propriedade e compartilhar com a cooperativa da região. Isso é qualidade pra todo mundo.”

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas